Talvez eu seja pequena, lhe cause tanto problema que já não lhe cabe me cuidar. Talvez eu deva ser forte, pedir ao mar por mais sorte e aprender a navegar. Esther, 17 anos . .
HOME + ASK + ABOUT+ TUMBLR+
+
"Correr de si mesmo só faz retardar o seu percusso."

26/06/2014 - 0 notes - (reblog) - permalink
"Esse início com cara de fim se chama recomeço."

26/06/2014 - 3 notes - (reblog) - permalink
"Ter amigo homem, é não ficar sozinha nunca. Não importa se tu erra, se tu é chata, se tu perturba o juízo dele mais que tudo na vida. Ele tá lá, sempre. Sem falsidade, sem interesse, sem pedir nada em troca. Ele só permanece alí, contigo."

— (via effectis)

(via smallblackstar)

26/06/2014 - 897 notes - (reblog) - permalink
"Eu nem sei mais quem é você, mas eu ainda te amo."

Leonardo Cantarelli (via diminuido)

(Source: realizei-me, via diminuido)

16/06/2014 - 282 notes - (reblog) - permalink

Pensamento: a voz da alma.

16/06/2014 - 0 notes - (reblog) - permalink
12/06/2014 - 1 notes - (reblog) - permalink

cansei de me importar

(Source: bebadox, via me-acorda)

9/06/2014 - 421 notes - (reblog) - permalink

É maravilhoso poder sentir o cheiro de gente novamente. Enfim, tentei me esquivar, corri de um lado pro outro, mas ao final desse pique esconde percebi que não há nada melhor do que um mundo ativo à sua volta.

9/06/2014 - 0 notes - (reblog) - permalink
"Longe de você eu enlouqueço muito mais, eu vivo na espera de poder viver a vida com você."

— Chorão
8/06/2014 - 3 notes - (reblog) - permalink

nadaemvao:

Eu sou como uma flor. Antes, era cheia de vida. Regada com carinho, amor, resumindo, recebia a mais pura água da nascente. E era uma flor vistosa, feliz, e mais viva do que nunca. Agora, sou uma flor murcha, esquecida em um canto qualquer, ninguém me rega, ninguém me cuida, ninguém me deixa ao sol pra me fortalecer. Resumindo: estou morrendo. Pois já não sei mais quem ou o que sou. Sinto a vitalidade se esvaindo de dentro de mim. Dói ver as minhas pétalas se fechando cada dia um pouquinho mais. Por falta de cultivo as flores morrem e se vão para sempre.

7/06/2014 - 2 notes - (reblog) - permalink